[originalmente publicado por Neil Gaiman em 22/06/2016]

Ontem fiz duas coisas que nunca tinha feito antes: usar uma gravata borboleta branca e receber um título de doutor honoris causa em Literatura, pela Universidade de St. Andrews. Foi um dia maravilhoso com pessoas realmente legais. Se eu não tivesse a Amanda e o Ash comigo, tinha nosso amigo Chris Cunningham e, mais ou menos por coincidência, meus primos Abigail e Kezia. E foram tantas conversas ótimas, também.

Esse é o discurso de Chris Jones (embora não dê para escutá-lo Fazendos As Vozes na parte sobre Good Omens): http://linkis.com/www.st-andrews.ac.uk/SQ7bu

hon2bdoc

img_0385

Estou digitando isso no aeroporto de Edinburgh – vou para NY, onde aparecei no programa de Seth Meyers, quinta à noite.

(Faz 15 anos que estou fora do Reino Unido, tempo suficiente para eles te tomarem o voto, então não posso votar. Se pudesse, votaria em Permanecer.)

Mil felicitações para Chris Riddell, que ganhou a medalha Kate Greenaway pelo nosso livro A bela e a adormecida. Isso não é maravilhoso?

Uma pergunta e uma resposta do Tumblr que pode ser útil para todo mundo:

neil-gaiman
secretfiri perguntou
Então, eu realmente quero voltar a escrever, mas faz 5 anos que não consigo.
Você tem algum tipo de sugestão ou conselho?

Tenha um tempo para escrever que seja só para escrever. Esqueça o seu celular. Desligue ou desative o seu wi-fi. Escreva à mão se quiser. Coloque um aviso de “não perturbe” na porta. E faça o seu tempo para escrever sagrado e inviolável.

Durante esse tempo, o trato é o seguinte: você pode escrever ou pode não fazer nada. Não fazer nada é permitido (não fazer nada inclui: olhar pras paredes, pelas janelas, pensar nos problemas, olhar pras mãos. O que não inclui: organizar a prateleira de temperos em ordem alfabética, checar o Tumblr, desmontar uma caneta, jogar paciência, abrir um programa de limpeza no seu computador.)

Você é quem escolhe o seu tempo de escrever por dia. Uma hora? Duas? Três? Você quem manda.

Fazer nada chega a ser bem chato. Então você pode escrever (se você escrever 300 palavras, uma página, todo dia, você terá um romance de 90.000 palavras em um ano.)

Anúncios